JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS

JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS
DE OLHO NO RADAR

segunda-feira, 23 de março de 2015

Santa Amélia: Baile Proibido? Som ao vivo Permitido?



Como de costume, o vereador e funcionário da prefeitura popularmente conhecido como Socó, estava realizando seu tradicional bailão quando a PM local chegou e interrompeu a festa que estava acontecendo em frente ao Bar da Joze, antigo Bar do Mário Mossato. Segundo informações isso ocorreu por volta das 22h30min horas. Segundo informações, SUPOSTAMENTE o prefeito Jarbas pediu para que a polícia fosse até o local do bailão comunitário, como é conhecido pelos moradores da cidade, a mesma fonte informou que o senhor socó, estava de posse de um documento que o autorizava a realizar o baile. Pergunta que não quer calar, baile comunitário não pode? Som ao vivo pode? Outro questionamento se foi realmente o prefeito que solicitou a polícia no local, mostra uma sintonia muito grande com essa classe. Será que essa sintonia perfeita não poderia ser estendida, pedindo maior contingente de policial em nossa cidade, evitando assim vários furtos e roubos que hoje amedrontam nossa população. Aproveitando essa sintonia, poderia o executivo também solicitar a Policia Rodoviária que fizesse constante blitz na estrada que liga a cidade até o trevo da Vilela. Daria com certeza parabéns a quem mandou a polícia interromper o Bailão, se a mesma pessoa não usasse dois pesos e duas medidas.  Deixo o blog a disposição do(a) denunciante e do vereador Socó, para esclarecer os fatos. ESTAMOS DE OLHO NO RADAR.

terça-feira, 17 de março de 2015

Blog Saúde: MULHERES TÊM MAIS INCIDÊNCIA DE SÍNDROME DO OLHO SECO

 
 
Segundo a Associação Brasileira de Portadores de Olho Seco (APOS), cerca de 18 milhões de brasileiros são acometidos pela síndrome, o que representa em torno de 10% da população do País. E as mulheres têm maior incidência da doença, principalmente por conta das alterações hormonais que ocorrem com o passar dos anos e, principalmente as provenientes da menopausa.
De acordo com o oftalmologista Richard Yudi Hida, a síndrome do olho seco é uma doença crônica, caracterizada pela diminuição da produção da lágrima ou deficiência em alguns de seus componentes. Os principais sintomas são: ardor, irritação, sensação de areia nos olhos, dificuldade para ficar em lugares com ar condicionado ou em frente do computador e, sobretudo, olhos embaçados ao final do dia.
Dor e ardência nos olhos pode ser um sinal de que algo não vai bem com a visão. Segundo a Associação Brasileira de Portadores de Olho Seco (APOS), cerca de 18 milhões de brasileiros são acometidos pela síndrome, o que representa em torno de 10% da população do País. E as mulheres têm maior incidência da doença, principalmente por conta das alterações hormonais que ocorrem com o passar dos anos e, principalmente as provenientes da menopausa.
De acordo com o oftalmologista Richard Yudi Hida, a síndrome do olho seco é uma doença crônica, caracterizada pela diminuição da produção da lágrima ou deficiência em alguns de seus componentes. Os principais sintomas são: ardor, irritação, sensação de areia nos olhos, dificuldade para ficar em lugares com ar condicionado ou em frente do computador e, sobretudo, olhos embaçados ao final do dia. “É importante que todos procurem um oftalmologista para consulta oftalmológica de rotina. Toda mulher que vivencia alterações hormonais como gravidez e reposição hormonal devem tomar mais cuidado, por terem mais predisposição aos sintomas do olho seco. Essa síndrome pode ser potencialmente grave se não tratada, pois pode causar um processo inflamatório crônico, perpetuando a falha da lubrificação pelos componentes da lágrima, essencial para a manutenção da vitalidade das células da superfície ocular. Este distúrbio pode produzir áreas secas sobre a conjuntiva e córnea, facilitando o aparecimento de lesões”, alerta.

O que você precisa Saber: Nas escolas, alunos e professores correm risco de sofrer danos auditivos.



A animação e a algazarra nas escolas são comuns, mas escondem um sério problema: o excesso de barulho. O risco de danos à audição podem ter início nos primeiros anos de estudo, em meio ao ruído dentro e fora das salas de aula.
Exemplos não faltam. O ronco do motor de ônibus e carros na rua, os gritos de gol que vêm da quadra de esporte, as conversas em voz alta no corredor, sem falar do falatório dos alunos em sala de aula. São barulhos tão corriqueiros nas escolas que não se percebe as conseqüências de tudo isso. O fato é que esse ruído em excesso pode causar diversos prejuízos à saúde, como estresse, falta de concentração e até uma progressiva perda auditiva.
"O 'barulho ensurdecedor', reclamação de muitos professores, não é somente um jeito exagerado de se referir ao incômodo. Com o passar do tempo, alunos e professores, expostos diariamente a sons altos, podem ter a audição comprometida, já que a Perda Auditiva Induzida por Níveis de Pressão Sonora Elevados (PAINPSE) tem efeito cumulativo. Quanto maior a frequência a ambientes barulhentos ao longo da vida, maiores as chances de danos à audição. No ambiente escolar, a gritaria da turma, somada aos ruídos que vêm da rua e do trânsito, prejudica o bem-estar de todos, comprometendo não apenas a concentração e aprendizagem, mas também os ouvidos", lembra a fonoaudióloga Marcella Vidal, da Telex Soluções Auditivas.
E a barulheira das crianças frequentemente tem efeito multiplicador. Os alunos vão gritar para fazer ouvir sua voz entre outras crianças barulhentas. O professor, por sua vez, faz tamanho esforço para ser compreendido que também acaba gritando sem perceber. Ao mesmo tempo, outros alunos movem suas cadeiras para frente e para trás para apanhar um lápis no chão, ir ao banheiro ou simplesmente conversar com o colega de trás. Medidas simples que atenuam o problema são colocar feltro sob mesas e cadeiras escolares; e exigir dos alunos que falem mais baixo - a começar pelo professor.
Estudo realizado pela Universidade de Oldenburg, na Alemanha, confirmou que em muitos colégios o barulho nas salas de aula passa do tolerável. No Brasil, alguns colégios particulares já se preocupam com o tema.
O limite suportável para o ouvido humano é de 65 decibéis, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. Acima disso, o organismo começa a sofrer danos. Para as salas de aula, a Associação Brasileira de Normas Técnicas estipula que o limite tolerado é de 40 a 50 decibéis. Muitas classes, no entanto, atingem 80 decibéis, principalmente as que têm mais de 25 estudantes. Além disso, o barulho no pátio, na hora do recreio, pode chegar a mais de 100 decibéis.
Se pessoas com boa audição são prejudicadas com tanto barulho na escola, imagine um aluno que já sofre de perda auditiva. "Ouvir o professor com tanto ruído ao redor é difícil, mas a tarefa torna-se impossível para uma criança com dificuldades auditivas. As escolas precisam buscar alternativas para enfrentar o problema", alerta a fonoaudióloga.
Foi lançado no Brasil, pela Telex, o Sistema FM Amigo que permite a comunicação direta de professores com crianças e jovens com deficiência auditiva. Esta tecnologia, utilizada dentro das salas de aula, é fundamental para ajudar esse aluno a entender com clareza o que o professor está ensinando. O sistema é composto por um microfone (transmissor) e um receptor. A pessoa que está falando, no caso o professor, utiliza o microfone acoplado à roupa e sua voz é transmitida diretamente para o ouvinte, que é o aluno. Isso ajuda a cortar qualquer efeito negativo de distância, eco ou ruído de fundo, mantendo o sinal da fala original alto e claro.
"Pais e professores precisam estar atentos para problemas de déficit auditivo de seus filhos e alunos, que muitas vezes passam despercebidos. É necessário avaliar a audição das crianças, principalmente no início da fase escolar, para evitar problemas de aprendizagem, futuros danos auditivos ou mesmo o agravamento de alterações já existentes", aconselha Marcella Vidal.
Nas 70 lojas da Telex Soluções Auditivas espalhadas pelo país, as pessoas encontram, além do Sistema FM Amigo, um completo programa infanto-juvenil conhecido como Cuidado Auditivo Amigo da Criança, que oferece soluções e serviços pediátricos exclusivos, no intuito de oferecer um futuro melhor para toda criança com perda auditiva.
Mais informações:
Assessoria de imprensa da Telex Soluções Auditivas
Ex-Libris Comunicação Integrada
RJ: Cristina Freitas (21) 2204-3230 / 99431-0001 - cristina@libris.com.br; cristina.libris@gmail.com
SP: Edgard Léda (11) 3266-6088 r. 212 - edgard@libris.com.br

sexta-feira, 13 de março de 2015

Abatiá: Ex- Prefeito é citado por promotoria publica. No caso do deputado Nelson Justus.




O ex- Prefeito Jurandir foto acima, foi citado pela promotoria publica que investiga o Deputado Nelson Justus, segundo a reportagem da RPC, o ex- prefeito deu seu depoimento e no mesmo disse não saber qual era sua real função no gabinete do deputado citado. O ex- prefeito foi procurado pela reportagem da RPC e disse" Ué não pode" em seguida bateu o telefone na cara da repórter. Jurandir é esposo da atual prefeita da cidade e o homem forte da sua administração. Tentamos contato com Jurandir sem exito. ESTAMOS DE OLHO NO RADAR.

quinta-feira, 5 de março de 2015

O que você precisa saber Parte 5

Semana do Consumidor
______________________

Na Semana do Consumidor, Serasa oferece descontos especiais
em serviços de proteção ao CPF e Certificado Digital

O conjunto de ações em homenagem ao Dia do Consumidor – 15 de março –
também vai contar com palestras interativas gratuitas sobre educação financeira

São Paulo, 05 de março de 2015 – De 09 a 14 de março, o consumidor de todo o país poderá contar com descontos especiais para contratar os serviços de proteção ao CPF e Certificado Digital da Serasa que, entre outras funcionalidades, ajudam a dar mais segurança ao cidadão, minimizando os riscos de tentativas de fraudes. De acordo com o Indicador Serasa Experian, em janeiro deste ano ocorreram 168.944 tentativas de fraude conhecida como roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios sob falsidade ideológica. Isso representa uma tentativa a cada 15,9 segundos no país.

Durante o período, o MeProteja, do Serasa Consumidor, braço da Serasa Experian voltado ao cidadão, poderá ser adquirido pela metade do preço nos planos mensal e anual. O serviço acompanha durante 24 horas por dia as movimentações do CPF. Caso o número do documento do cidadão seja consultado por alguma empresa, o serviço envia instantaneamente uma mensagem de celular – SMS – informando o ocorrido. Dessa forma, o consumidor consegue identificar se foi ele mesmo que estava buscando crédito naquele momento ou se está sendo vítima de uma fraude.

Relatórios por e-mail também são enviados com informações de entrada ou saída da inadimplência, mostrando o nome da empresa credora, o tipo da dívida e a data de inclusão ou exclusão da anotação nos bancos de dados. Além disso, o serviço protege o CPF do cidadão ao enviar alertas informando casos de abertura de empresa, a relação dos números de telefone fixo que estão cadastrados no nome do consumidor. Para contratar, basta acessar o site www.serasaconsumidor.com.br e fazer o cadastro.

 

O e-CPF da Serasa Experian é o certificado digital de pessoas físicas que garante segurança, autenticidade e validade jurídica nas transações realizadas no ambiente digital. As versões de e-CPF A3 em cartão e leitora ou token também estão com desconto de 20% para compras feitas entre 09 de março e 30 de abril deste ano. Para adquiri-lo, basta acessar o site www.certificadodigital.com.br.


Com o e-CPF é possível, por exemplo, baixar a declaração de imposto de renda pré-preenchida apenas para realização de ajustes ou adição de despesas e deduções, além de permitir o acompanhamento do processamento da declaração. O e-CPF também pode ser utilizado para participar dos leilões em andamento da Receita Federal ou Polícia Federal, para acessar os créditos da Nota Fiscal Paulista e até para realizar, por exemplo, uma votação eletrônica para eleição de síndico, sem a necessidade de reunião com a presença dos moradores.

A Serasa Experian promove a certificação digital como tecnologia efetiva para a desmaterialização dos processos, com atributos de validade jurídica, agilidade e praticidade, a serviço da sustentabilidade dos negócios e processos.

Semana do Consumidor também terá de graça palestras interativas


O que você precisa saber Parte 4

inventário: documento facilita vida de herdeiros e pode ser feito em cartório de notas
Especializado em Direito de Família, o escritório Stein, Pinheiro e Campos Advogados Associados esclarece dúvidas sobre inventários.
Claudia Stein e Veridiana Pinheiro e Campos estão disponíveis para conceder entrevistas sobre este e outros temas relacionados a Direito de Família e Planejamento Sucessório.

Até 2007, o inventário era um instrumento lavrado exclusivamente por via judicial. Mas, naquele ano, a Lei 11.441 conferiu aos cartórios de notas a prerrogativa de lavrar esse documento, desde que os herdeiros concordem com a partilha e a pessoa falecida não tenha deixado testamento, filhos menores de idade ou incapazes. Importante: um requisito para o inventário extrajudicial é a presença de um advogado.
O que é melhor: lavrar o testamento ou deixar que os herdeiros façam o inventário extrajudicial?
As advogadas Claudia Stein e Veridiana Pinheiro e Campos, sócias do escritório Stein, Pinheiro e Campos Advogados Associados, esclarecem que são coisas diferentes.  O testamento é uma forma de dispor a vontade do testador de forma diversa daquela que seria sem o testamento e até mesmo como forma de evitar brigas entre os herdeiros  Com testamento não é possível fazer inventário extrajudicial.   Na ausência de testamento, e não tendo herdeiros menores e/ou incapazes, os herdeiros podem escolher a forma pela qual se dará o  inventário”, elas esclarecem.
As especialistas também afirmam que não se pode generalizar, dizendo que uma opção seja melhor que a outra. “O ideal é analisar caso a caso”, pondera Veridiana. “Mas, sempre que estiverem em jogo grandes valores e/ou situações de disputas entre os herdeiros,  o testamento é uma ferramenta que pode ajudar a evitar maiores disputas”, comenta.
É preciso ter em mente que a legislação brasileira prevê limites legais para a distribuição dos bens em testamento: por lei, a pessoa que tem herdeiros necessários, isto é, cônjuges, filhos etc., destina a eles 50% do patrimônio. O testamento não pode desrespeitar esses limites”, enfatiza Veridiana.
Segundo o Código Civil brasileiro, uma pessoa só pode ser deserdada se: 1) for autora, co-autora ou partícipe de homicídio doloso, ou tentativa deste, contra a pessoa da qual teria bens a herdar; 2) houver acusado caluniosamente em juízo ou atentado contra a honra do autor da herança; 3) houver usado de violência ou fraude para impedir que o autor da herança dispusesse livremente de seus bens.
“Além dos motivos mencionados, uma pessoa também pode ser deserdada em casos de ofensa física ou injúria grave contra o autor da herança, relações ilícitas com a madrasta ou com o padrasto e desamparo do ascendente fragilizado por alienação mental ou grave enfermidade”, comenta Veridiana.
Nos casos em que os ascendentes – por exemplo, os pais – forem os herdeiros dos descendentes, a deserdação é possível também nos casos de ofensa física ou injúria grave, mediante relações ilícitas com a mulher ou companheira do filho ou a do neto, ou com o marido ou companheiro da filha ou o da neta e se deixar em desamparo o filho ou neto com deficiência mental ou grave enfermidade.
Veridiana esclarece ainda que existem três tipos de testamento: o público, o particular e o cerrado.
Qual é o melhor e em quais situações deve-se adotar cada um deles?
“O público é o mais garantido”, afirmam as advogadas. E explicam: “Justamente por se tratar de um documento público, ele tem mais efetividade e está menos exposto ao risco de anulação”.
As sócias do escritório Stein, Pinheiro e Campos avaliam que a disseminação dos testamentos extrajudiciais vem contribuindo para desafogar o Poder Judiciário. Desde 2007, apenas no Estado de São Paulo, 203.741 processos deixaram de ingressar na Justiça porque foram resolvidos extrajudicialmente. Em 2013, foram realizados 45.926 inventários, enquanto em 2012 o número foi de 38.872.

Inventários extrajudiciais no Estado de São Paulo
Ano
Número de atos
2007
10.742
2008
20.204
2009
22.464
2010
27.286
2011
38.247
2012
38.872
2013
45.926
TOTAL
203.741

O que você precisa saber Parte 3

NEY LEPREVOST É FAVORÁVEL AO PROJETO DE LEI PARA COIBIR RADIOGRAFIA ODONTOLÓGICA SEM NECESSIDADE TÉCNICA


O deputado Ney Leprevost se posicionou favorável a aprovação do projeto de lei que visa proibir exames de radiografia odontológica que não tenham objetivo de diagnosticar ou tratar alguma doença e contra o veto do governador ao Projeto de Lei nº 379/2013 do deputado Anibelli Neto. 
 
 
O que ocorre, segundo relatou o Conselho Regional de Odontologia (CRO), é que operadoras de planos privados de assistência à saúde exigem dos cirurgiões dentistas, como comprovação dos serviços prestados, a tomada radiográfica sobre os pacientes, expondo-os aos efeitos biológicos da radiação, sem a necessidade técnica, e sim com o objetivo exclusivo de comprovação dos procedimentos realizados, o que contraria a orientação especializada sobre o assunto.
 
 
Ney explica que a exposição direta à radiação se justifica unicamente quando há uma necessidade comprovada de diagnosticar ou tratar um problema de saúde. "Este procedimento deve ser solicitado levando em consideração os benefícios do diagnóstico em relação ao risco da exposição do paciente à radiação. O uso desnecessário deste procedimento por períodos prolongados pode causar inclusive câncer", afirmou.
 
 
O parlamentar sugere que, sempre que possível, se utilize método alternativo igualmente eficaz de menor nocividade. "Sendo inevitável o exame radiográfico, o procedimento deve ser realizado seguindo os padrões técnicos reconhecidos, com aparelhos revisados, utilizando equipamentos de proteção no paciente e no profissional com a intenção de minimizar os efeitos radiológicos ao mínimo aceitável", concluiu

O que você precisa saber Parte 2

Projeto de Lei 8305/14
Para Gleisi, aprovação do feminicídio é uma grande vitória
 A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) comemorou a aprovação do Projeto de Lei 8305/14, do Senado, que muda o Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40) para incluir entre os tipos de homicídio qualificado o feminicídio, definido como o assassinato de mulher em razão de gênero. A matéria foi aprovada pelo Plenário da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (3) e será enviada à sanção presidencial.
 A apreciação da proposta foi uma reivindicação da bancada feminina, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no próximo domingo (8). “Fui relatora dessa matéria na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e me sinto muito feliz em poder compartilhar essa vitória justamente no mês dedicado às mulheres”, destacou Gleisi.
 Segundo a proposta, há razão quanto à condição de sexo feminino quando o crime envolve violência doméstica e familiar ou menosprezo e discriminação contra a condição de mulher. A pena prevista para homicídio qualificado é de reclusão de 12 a 30 anos.
 De autoria da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Violência contra a Mulher, o projeto prevê ainda o aumento da pena em 1/3 se o crime ocorrer: durante a gestação ou nos três meses posteriores ao parto; contra menor de 14 anos, maior de 60 ou pessoa com deficiência; na presença de descendente ou ascendente da vítima.
O texto aprovado também inclui esse homicídio qualificado no rol de crimes hediondos, constante da Lei 8.072/90.
Para Gleisi, a aprovação do feminicídio é uma resposta às estatísticas estarrecedoras registradas no país.  Hoje, o Brasil encontra-se no sétimo lugar em um ranking dos países que mais matam mulheres, composto por 84 nações. Em número de mortes na América Latina, o Brasil só perde para a Colômbia; na Europa, perde apenas para a Rússia. O Brasil mata mais mulheres do que todos os países árabes e africanos. Entre 2000 e 2010, 43,7 mil mulheres  foram assassinadas no Brasil, 41% delas mortas em suas próprias casas, muitas por companheiros ou ex-companheiros.
Esse avanço na legislação, na avaliação da senadora, complementa ações do Executivo voltadas para a proteção da mulher — como a criação da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) e da Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180)—e do Legislativo, como a aprovação da Lei Maria da Penha. “Penso que devemos isso à sociedade brasileira”, conclui.
 

O que você precisa saber Parte 1

Paranaense SPRO it solutions apresentará soluções para o agronegócio no SAP Forum 2015
 
Com o tema “Simplifique tudo. Faça mais” acontece em São Paulo o 19º SAP Forum Brasil, um dos maiores eventos de negócios da América Latina. O evento será realizado nos dias 17 e 18 de março, no Transamerica Expo Center. A programação inclui mais de 300 sessões e apresentações para diferentes setores de mercado, como agronegócio, bens de consumo, manufatura, serviços financeiros, setor público e varejo.
 
Nesta edição, a paranaense SPRO it solutions, especialista no setor de agronegócio, apresentará soluções direcionadas para o agronegócio. A palestra "AGRI-MOBILE – Visita Agronômica e Gestão Produtor Rural" será proferida por Allan Pizaia, arquiteto de soluções da SPRO it solutions. “A solução tem como finalidade intensificar o relacionamento das empresas do agronegócio com o produtor rural. Foi desenvolvida na plataforma SAP Mobile, via Co-Innovation LAB, e contempla desde o controle de propriedades, planejamento de safra e colheita, controle de visita técnica, venda de insumos, até relatórios gerenciais e operacionais. Além disso, é integrada com o módulo ACM (Agricultural Contract Management)”, relata Pizaia.
 
Outro tema de destaque será a solução de Gestão do Produtor Rural, que permite ao produtor o controle gerencial de sua propriedade rural, monitorando custos diretos e indiretos de safra, gerando histórico do clima e definindo junto com o técnico agrícola estratégias para aumentar a produtividade. Segundo Almir Meinerz, diretor executivo e de operações da SPRO it solutions, a solução foi desenvolvida para integrar-se com o SAP ECC e também com um Big Data que passará a gerar informações estatísticas para o ecossistema do agronegócio. “Gestão estratégica da informação para um diferencial competitivo”, destaca. 
 
Gestão de Pátio e Monitor de Recebimento
 
A SPRO it solutions também desenvolveu uma outra solução complementar ao ACM. Trata-se do “Gestão de Pátio”, que tem como finalidade realizar a pesagem e a classificação de cereais, bem como o controle de entrada e saída de caminhões, tudo de forma automatizada e integrada com o ACM. “O grande diferencial é que funciona em modo offline, evitando, por exemplo, filas de caminhões parados e, consequentemente, prejuízo para a empresa. Se o agricultor mandar 10 caminhões, ele conseguirá descarregar, pesar sem ter dependência com a SAP. Já no SAP, o Monitor de Recebimento registra de forma automática o recebimento físico, fiscal, contábil e financeiro”, explica Fabricio Souza, arquiteto e especialista ACM da SPRO it solutions.
 
Gestão de Contratos Agrícolas
 
Outra solução que será apresentada pela SPRO it solutions no SAP Forum Brasil será o “Cockpit de Acerto de Contratos”. Desenvolvida via COIL (Co-Innovation LAB), a solução complementa o ACM para o acerto dos contratos dos produtores, considerando no acerto financeiro os adiantamentos, duplicatas, retenções, bem como a geração de nota complementar quando necessário. O cockpit também permite uma gestão completa de toda movimentação do contrato.
 
Atualmente, a SPRO it solutions está entre as poucas parceiras a comercializar e implementar o ACM  da SAP, com oportunidades inclusive fora do Brasil. “Nossos diferenciais são o expertise do setor, experiência comprovada na solução ACM e soluções complementares para atender como um todo a cadeia do agronegócio”, finaliza Meinerz. 

sábado, 28 de fevereiro de 2015

SANTA AMÉLIA: LADRÕES ESTÃO TOMANDO BANHO DE SOL.


É verdade, como diz o titulo da matéria, parece que se instaurou na cidade um verdadeiro presidio com os bandidos soltos tomando banho de sol. Só para avivarmos a memória nessa semana que passou, foram furtados segundo informações 2 motos, uma vap, um pulverizador, mercadorias para estufas, entraram em algumas casas e ainda duas pessoas foram detidas, isso é que lembro agora. As pessoas detidas,   estão tomando banho de sol. Que saudade daquela Santa Amélia, onde não havia ladrões, não havia drogas, principal motivo para vários furtos na cidade, o pior é que a maioria sabe quem fez ou quem está envolvido nesses furtos, mas o medo da impunidade nos faz calar. Como mostra a foto se não forem tomadas as devidas providencias daqui a pouco vamos ver bandidos erguendo carros e levando embora, enquanto isso os ladrões continuam com seus banhos de sol. ESTAMOS DE OLHO NO RADAR.