JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS

JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS
DE OLHO NO RADAR

terça-feira, 21 de junho de 2016

COAÇÃO, CONSTRANGIMENTOS, AMEÇAS, ESSA PRESSÃO VEM SENDO FEITA POR PREFEITOS.









Lei de Inelegibilidade - Lei Complementar nº 64, de 18 de maio de 1990


Art. 1ºSão inelegíveis:

II –……..



l) os que, servidores públicos, estatutários ou não, dos órgãos ou entidades da administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e dos Territórios, inclusive das fundações mantidas pelo Poder Público, não se afastarem até 3 (três) meses anteriores ao pleito, garantido o direito à percepção dos seus vencimentos integrais;

CRISE PREOCUPA.



Redução da renda das famílias e aumento do desemprego acendem luz amarela para a saúde suplementar, afirma IESS

Boletim do Instituto aponta que a crise econômica está afetando diretamente o total de beneficiários há mais de 12 meses
 
São Paulo, 21 de junho de 2016 – A recessão econômica no Brasil está impactando diretamente a contratação de planos de saúde. De acordo com o Boletim “Conjuntura Saúde Suplementar”, produzido pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar, a retração do Produto Interno Bruto (PIB) e da renda das famílias e o aumento na taxa desocupação são os principais fatores econômicos influenciando negativamente o setor de saúde suplementar. O resultado é uma redução de 2,7% no total de beneficiários de planos de saúde médico-hospitalares nos 12 meses encerrados em março deste ano. O boletim pode ser lido na íntegra em www.iess.org.br

O superintendente executivo do IESS, Luiz Augusto Carneiro, explica que há uma relação direta entre a taxa de desocupação, aferida pela PNAD, do IBGE, e a redução do total de beneficiários de planos coletivos. “A deterioração do mercado de trabalho impacta diretamente na contratação de planos coletivos, especialmente nos coletivos empresariais”, afirma. “Entre o primeiro trimestre de 2016 e o mesmo período do ano anterior, o total de beneficiários desse plano recuou 2,7% enquanto a população ocupada diminuiu 1,5%”, completa. Carneiro destaca, ainda, que os dois indicadores passaram a apresentar uma queda acentuada no mesmo mês, março de 2014. Os planos coletivos empresariais são aqueles pagos total ou parcialmente pela empresa contratante como um benefício para o funcionário e são comumente utilizados como benefício para a retenção de talentos na empresa, assim, de acordo com o executivo, é natural que o total de beneficiários desse tipo de planos diminuam com a redução do total de pessoas empregadas.

Contudo, o boletim também aponta que, nos 12 meses encerrados em março deste ano, houve redução de 2,3% no total de beneficiários de planos de saúde individuais ou familiares. Nesse caso, é a retração da renda das pessoas ocupadas, que caiu 3,1% no período analisado, o que impacta diretamente o total de beneficiários. “Com as famílias ganhando menos e o medo crescente de perderem o emprego, além de ter que cortar os custos de planos de saúde para pagar, por exemplo, a conta do mercado, aquelas famílias que planejavam adquirir um plano de saúde, estão adiando seus planos até que a economia volte a melhorar”, analisa Carneiro. “O cenário preocupa não só aos gestores do setor de saúde suplementar, mas como um todo. Já que os planos de saúde são o terceiro maior desejo dos brasileiros, atrás apenas da educação de da casa própria, o fato das famílias estarem optando por deixar de contar com o benefício ou adiar seus planos para tê-lo, reforça a necessidade de se combater a crise econômica instalada hoje.”

Sobre o IESS
O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) é uma organização sem fins lucrativos com o objetivo de promover e realizar estudos sobre saúde suplementar baseados em aspectos conceituais e técnicos que colaboram para a implementação de políticas e para a introdução de melhores práticas. O Instituto busca preparar o Brasil para enfrentar os desafios do financiamento à saúde, como também para aproveitar as imensas oportunidades e avanços no setor em benefício de todos que colaboram com a promoção da saúde e de todos os cidadãos. O IESS é uma referência nacional em estudos de saúde suplementar pela excelência técnica e independência, pela produção de estatísticas, propostas de políticas e a promoção de debates que levem à sustentabilidade da saúde suplementar.

Mais informações 
Letra Certa Estratégia e Tática em Comunicação
Raphael Ferrari – rferrari@letracerta.com
(11)2361-1859
(11)97680-2324

Jander Ramon - jramon@letracerta.com
(11) 3812-6956
(11) 98205-2738

sábado, 18 de junho de 2016

SANTA AMÉLIA: JOSÉ CARLOS BERTACHI E ELIANA B. BERTACHI. CONSEGUEM FORMAR MAIS UM PROFISSIONAL DE SAÚDE (MÉDICA)















MEUS AFILHADOS CARLINHOS BERTACHI E ADRIANA




Muitas pessoas estavam presentes ontem ao evento de colação de grau de Bruna Bertachi, agora doutora Bruna. Após o evento que foi muito lindo, estivemos em um hall onde só a família Bertachi, Baptistone e mais uma vez um Wada só kkkkkk.....Mas fiquei muito emocionado pois vimos a Bruna crescer junto com a Elis minha filha e mais feliz ainda pela bravura e perseverança dos pais José Carlos Bertachi e Eliana Baptistone Bertachi que formaram 2 filhos médicos. Que Deus abençoe essa família. Obs: O salão ficou lotado devido aos cabecinhas de maranguape..kkkkkkkkkkkkkkkk

quarta-feira, 15 de junho de 2016

MUNDO: ATÉ NA MAÇONARIA TEM DEGOLA.



Impeachment na maçonaria

O líder máximo dos maçons entrega à biblioteca livros com os segredos da organização e pode ser afastado, algo inédito

SEGREDOS REVELADOS
Marcos José da Silva, o grãomestre:
traição ao juramento
 
O sigilo que cerca os rituais, códigos e tradições são a marca da maçonaria que, ao longo dos séculos, protegeu com um manto de silêncio as particularidades do seu universo. Recentemente, uma pessoa resolveu quebrar essa regra, justamente a autoridade máxima do Grande Oriente do Brasil (GOB) – a maior associação maçônica e mais antiga no País –, o soberano grão-mestre-geral da Ordem, Marcos José da Silva. Ele, simplesmente, registrou na Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, 21 livros secretos que explicam os ritos misteriosos da irmandade. A iniciativa acarretou uma reação à altura: pela primeira vez, um presidente da instituição poderá sofrer impeachment. Para se ter uma ideia da gravidade da situação, o GOB foi fundado no Brasil em 1822, tem 60 mil membros e nunca antes na história da maçonaria algo similar havia acontecido.
A assembleia que decide o destino e possível punição de Silva está marcada para o sábado 18, no Templo Nobre do GOB, em Brasília. Mas a briga já começou. O grão-mestre-geral recorreu ao Supremo Tribunal Federal Maçônico (STFM) – as instituições maçônicas reproduzem em quase tudo a sociedade civil – e conseguiu liminar para retirar o assunto da pauta. Porém, os 600 maçons que estiverem presentes à assembleia podem deliberar o contrário e manter a votação para abertura do processo de impeachment. O delito cometido por Silva está previsto em dois artigos do código penal maçônico: o 73, inciso XIV, condena quem “facilitar ao profano (não maçom) o conhecimento de símbolo, ritual, cerimônia ou de qualquer ato reservado a Maçom” e o artigo 74, inciso I, pune a traição ao juramento maçônico no qual figura o sigilo.
Mas por que justamente o grão-mestre teria ferido um dos princípios básicos da organização? Há algumas versões. Os defensores de Silva sustentam que ele registrou os livros secretos para evitar que outra pessoa com interesses escusos o fizesse. Seria uma iniciativa para proteger a associação de oportunistas no futuro. Os maçons favoráveis ao afastamento de Silva, por sua vez, veem má-fé e cobiça, pois agora ele figura como organizador das obras que revelam os segredos maçônicos. Isso, na prática, lhe confere os direitos autorais sobre a mesma. Ou seja, ele passou a ter direito a comissão de 5% sobre o preço de capa de eventuais livros baseados no conteúdo registrado por ele. Essa tese é reforçada pelo raciocínio de que Silva poderia ter feito o registro em nome do GOB e não no dele próprio. Os livros secretos não estão disponíveis para qualquer um manuseá-los. Mas, além de alguém poder reivindicar na Justiça o direito de vê-los, os funcionários da Biblioteca Nacional já têm acesso ao material. Não há mais sigilo.

terça-feira, 14 de junho de 2016

BLOG DESAFIO. (CUECA BORRADA !!!)




Pelo jeito a turma do  CUECA BORRADA, não irão se identificar mesmo, não adianta postar anonimo, a cada postagem dessa vocês provam que o nome de vocês é Covarde e o sobrenome Cagão. Parem de ser moleques e coloquem seus nomes, caso contrário a turma da cueca borrada aumenta mais. Estou a espera de pessoas que possam debater assuntos de interesse da população e não de seu próprio interesse.Parem de borrar as cuecas. ESTAMOS DE OLHO NOS CAGÕES, DIGO BORRA CUECAS.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

SANTA AMÉLIA: FOTOS DE OBJETOS APREENDIDOS.



SANTA AMÉLIA: DETALHES SOBRE A TENTATIVA DE ASSALTO AO PA DO BRADESCO.

BOU NUMERO 610317/2016
Furto Qualificado Tentado

A equipe de RPA de Santa Amélia, após retornarem de um patrulhamento adentraram ao Pátio da Polícia, quando após isso foi percebido um barulho no portão, de imediato constatou uma corrente no portão onde foi acionado o  motor para abertura e o portão não abriu, neste momento a equipe percebeu que poderia ser uma ação de assaltantes de Caixa Eletrônico, foi solicitado apoio das equipes policiais da região, momento que a equipe deslocou-se a pé pela cidade para efetuar diligências nas agências bancárias, devido a proximidade das referidas agencias do DPM, quando na averiguação da agencia do Bradesco foi encontrado um maçarico, uma marretaq e também uma alavanca de ferro (Pé de Cabra) abandonados no interior do Banco, também, foi localizado nas ruas adjacentes do destacamento pedaços de treliças de ferro posta, com o intuito de furar os pneus dos veículos (Viaturas) que por ali passasse, foi também vistoriado a Agência do Sicredi e os correios, onde nada de irregular se constatou, entrado em contato com a policia civil estes informaram que não iriam comparecer no local dos fatos sendo os objetos apreendidos e encaminhados a delegacia civil de Bandeirantes. Transcrição na íntegra do BO.

Que audácia dos bandidos, primeiro colocaram cadeado nos portões da polícia, para depois roubar, deve ter alguém que informou que mesmo assim a policia conseguiu ir atrás dos bandidos. É brincadeira. ESTAMOS DE OLHO NO RADAR. Daqui a pouco posto as fotos.

SANTA AMÉLIA: TENTATIVA DE ASSALTO AO PA DO BRADESCO



Supostamente, nesta madrugada, houve uma tentativa de assalto ao Posto de Atendimento do Bradesco. O Local esta isolado e a polícia esta trabalhando no caso. Ainda não tenho maiores informações tentei contato com o efetivo da PM, sem sucesso e com o gerente Roger. Vamos postar daqui a pouco detalhes. ESTAMOS DE OLHO NO RADAR

domingo, 12 de junho de 2016

BLOG DESAFIO.

POIS É SEUS BUNDÕES ANÔNIMOS, ATÉ AGORA NÃO APARECEU O BOM DA BOCA PARA SE IDENTIFICAR, OFENDER,  FALAR O QUE PENSAM NO ANONIMATO É ÓTIMO QUERO VER USAR CALÇA E SE REVELAR. ESTÁ EXPIRANDO O PRAZO, E OS BUNDÕES CONTINUAM ATRÁS DE SUAS MÁSCARAS MEDROSAS. BANDO DE SEM CARÁTER E COVARDES DA INTERNET. FAÇAM IGUAL A MIM PUBLIQUE SEM MEDO, PORQUE AS PUBLICAÇÕES SÃO TODAS VERDADEIRAS. ESTAMOS DE OLHO NOS BUNDÕES, DIGO RADAR.

SANTA AMÉLIA: OLERICULTORES (ESTUFAS). E OUTROS.

FT ILUSTRATIVA


Nesta madrugada caiu uma geada considerável muito prejudicial não só aos Olericultores, como também aos milhos plantados. Apesar dos esforços dos agricultores como queima de lenhas, pneus etc...pouco resolveu no forte frio que fez nesta madrugada.

O que é a lei de Murphy?

um comentário ácido e pessimista sobre o Universo que diz: "Tudo o que puder dar errado dará". Ou seja, de lei, a lei de Murphy não tem nada: não se trata de um conceito matemático, e sim de uma máxima sobre a "perversidade do Universo", um conceito que existe há pelo menos dois séculos. Trata-se da sensação de que o Universo "quer" que dê tudo errado, uma visão de mundo que pode ser interpretada tanto como negativismo puro e simples quanto como um alerta para sempre se tomar todas as precauções possíveis ao trabalhar em algum projeto. Leis de Murphy: Nada é tão fácil quanto parece;Nada está tão ruim que não possa piorar.