JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS

JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS
DE OLHO NO RADAR

BEM VINDOS

SEJAM BEM VINDOS, AO BLOG DO JORNALISTA WLAMIR(CHINA) DO JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS, ONDE SUA PARTICIPAÇÃO É DE GRANDE IMPORTÂNCIA, SEJA UM SEGUIDOR DO BLOG.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Casa própria melhora a vida em pequenas cidades do Norte do Paraná.

SÃO JERÔNIMO DA SERRA - Governador Beto Richa e o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, entregam em São Jerônimo da Serra, 40 moradias urbanas, no Conjunto Habitacional Vitória. Participaram da solenidade: prefeito de São Jerônimo da Serra, Adir dos Santos Leite, os deputados Luiz Cláudio Romanelli, Pedro Lupion, Alexandre Curi e demais autoridades.São Jerônimo da Serra, 27/10/2016.Foto: Arnaldo Alves/ANPr.

Em SANTA AMÉLIA, foi um pouco diferente o governador não pousou na cidade, supostamente foi avisado de que sua recepção seria marcada por protestos, organizados principalmente pelos índios, o prefeito foi representado pelo seu vice Tonhão. Leia a matéria na íntegra.

O governador Beto Richa, junto com o presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Abelardo Lupion, entregou nesta quinta-feira (27) as chaves da casa própria para 125 famílias das cidades de São Jerônimo da Serra, Figueira e Santa Amélia, no Norte e Norte Pioneiro do Paraná. Elas agora passam a fazer parte das 105 mil famílias atendidas com projetos habitacionais no Estado, nos últimos seis anos. 

As primeiras entregas foram em São Jerônimo da Serra, que tem cerca de 11,4 mil habitantes, e Figueira, onde moram 8,4 mil paranaenses. À tarde acontece a entrega em Santa Amélia, que tem 3,8 mil habitantes. O investimento nas três cidades soma R$ 2,6 milhões, feito em parceria pelo Governo do Paraná, Governo Federal e prefeituras.

Em todo o Estado, de 2011 para cá, foram investidos R$ 4,5 bilhões na área de habitação. A inovação é a construção de 13 mil casas rurais, para famílias de pequenos agricultores. “Entregas de moradias acontecem sistematicamente ao longo do nosso governo. É o maior programa habitacional da história do Estado, alcançando 100% dos municípios”, afirmou Beto Richa.

"Sabemos o quanto é importante para essas famílias materializarem um sonho de anos, décadas e muitas vezes de uma vida inteira. São pessoas que deixam de pagar aluguel, famílias que muitas vezes estão morando de favor com parentes. Entregar moradias nos realiza, dá a certeza de que estamos justificando o mandato, com ações concretas que garantem bem estar aos paranaenses.”

O presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, disse que o programa habitacional do Paraná é hoje um caso de sucesso no Brasil. “Fazemos um programa extremamente responsável. Temos conseguido executar muitos projetos. Temos o empenho pessoal do governador e acredito que esse governo faz a diferença em termos de habitação”, afirmou.

NÃO PRECISAM PAGAR - Em São Jerônimo da Serra foram entregues as chaves para 40 famílias carentes, que não pagarão nada pelas novas moradias. O Residencial Vitória recebeu investimentos de R$ 1,2 milhão. A Cohapar fez parceria com a Associação Filantrópica Humanitas, para a prestação de serviços comunitários aos novos moradores. O governador Beto Richa entregou ao representante da Associação, padre Haruo Sasaki, um certificado com o selo de "Amigos da Habitação".

“Hoje é um momento muito importante para essas pessoas mais humildes”, disse o prefeito João Ricardo de Mello. “Essa parceria é muito importante, os municípios pequenos não andam sem a força do Governo do Estado e Governos Federal”, afirmou ele. 

A dona de casa Rosemara da Silva Simeão, de 44 anos, disse que sofreu muito na vida. Ela e a família pagavam aluguel, mas quando o proprietário precisou do imóvel tiveram que contar com doações para erguer o barraco com três peças para abrigar toda a família. Ela recebeu a chave da casa própria das mãos do governador. “Estou muito feliz porque vamos morar em uma casa boa. A vida vai ser bem mais tranquila”, afirmou. 

HOSPITAL - No evento, também foram anunciados R$ 300 mil para o Hospital Municipal de São Jerônimo da Serra. O recurso é a fundo perdido. A secretária municipal da Saúde, Ilzamara Pereira, explicou que o dinheiro será aplicado na conclusão da reforma do hospital. “Vamos terminar o centro cirúrgico, montar a sala de parto e nos credenciar para atendimento na Rede Mãe Paranaense”, explicou. O Hospital Municipal atende a população de São Jerônimo e de municípios vizinhos, que somam cerca de 50 mil habitantes. 

32 NOVAS MORADIAS - Em Figueira foram entregues 32 moradias para famílias da área urbana. As casas foram construídas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), uma parceria do Governo do Paraná (Cohapar, Copel e Sanepar) com a Caixa Econômica Federal e a Prefeitura. O residencial Vale Verde II teve investimentos de R$1,4 milhão. 

O governador visitou a casa de Kátia Miranda, que mora com seus dois filhos. “Eu morava em uma casa de aluguel, pagava R$ 300 por mês, o que pesava para mim, que sou auxiliar de serviços gerais. Tenho que sustentar os filhos. Agora estou na casa nova, uma beleza, bem arrumadinha”, disse ela. “Como mãe fico mais tranquila, pois se acontecer alguma coisa comigo eles têm onde morar.”

O prefeito Valdir Garcia explicou que este é o terceiro empreendimento habitacional construído no município, em quatro anos. “Já foram feitas mais de 80 casas, mais que as administrações anteriores fizeram nos últimos 30 anos. Essa parceria é muito importante para Figueira”, disse. 

MUDAR A VIDA - Lucinéia Oliveira, 44 anos, diarista, e o marido José Laertes Silva, auxiliar de serviços gerais, vão mudar com um filho para a nova moradia. “Só agora eu acreditei que consegui a minha casa, pensava que não era verdade de tão bom que é. Passei muitos anos pagando aluguel. Mas agora estou sossegada”, disse ela. Érica Ramos, de Figueira, também morava de aluguel. “A minha casa própria é linda, como eu tinha sonhado”, disse. Segundo ela, ter uma residência significa estabilidade, não ficar mudando de uma casa para outra. “A gente estava morando numa casa e a pessoa pediu a casa de um dia para o outro. Eu peguei a minha mudança e coloquei na casa da minha mãe. E fiquei lá porque não tinha onde ir”, contou.

Antes do evento de entrega das casas, o governador visitou a unidade de saúde de Figueira, que foi entregue em fevereiro. 

PRESENÇAS – Participaram dos eventos os deputados Luiz Cláudio Romanelli, Alexandre Curi e Pedro Lupion, e a prefeita de Leópolis e presidente da AMUNOP, Clea Bernardes de Oliveira. Em Figueira, também participaram o chefe da Casa Militar, coronel Adilson Castilho Casitas, e os prefeitos de Ibaiti, Barra do Jacaré, Sapopema e Conselheiro Mayrink . Leitores na matéria enviada não foi citada a ausência do Governador e do Abelardo Lupion na cidade de Santa Amélia. ESTAMOS DE OLHO RADAR.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
[http:///www.facebook.com/governopr]http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário