JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS

JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS
DE OLHO NO RADAR

BEM VINDOS

SEJAM BEM VINDOS, AO BLOG DO JORNALISTA WLAMIR(CHINA) DO JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS, ONDE SUA PARTICIPAÇÃO É DE GRANDE IMPORTÂNCIA, SEJA UM SEGUIDOR DO BLOG.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Câmara de Abatiá recebe denuncia anônima, envolvendo um funcionário público.

Pres. da Câmara (Toninho Rosa) DEM


Ações Trabalhistas revelam esquema de corrupção em obras públicas:
Devido uma série de ações trabalhistas ajuizadas contra a construtora Asa Norte Prestadora de Serviços e a Prefeitura de Abatiá, os vereadores tomaram conhecimento  de um esquema de corrupção , que se comprovado, atingirá o engenheiro Clayton Cardoso de Siqueira, servidor público Municipal concursado e proprietário de outra construtora, a TCA engenharia. De acordo com o Presidente da Câmara de Abatiá, António Archanjo de Oliveira  (Toninho Rosa - DEM), através de uma denúncia anônima  checaram que o proprietário da ASA Norte Marcelo Garcia Arruda, confessou a prática de corrupção e acusou em depoimento a Justiça do Trabalho de Bandeirantes Pr, o  Engenheiro Clayton Cardoso de Siqueira, por supostas práticas de atos de corrupção, coação e ameaça de morte contra sua pessoa, o vereador Toninho Rosa apresentou na sessão da Câmara Municipal ações trabalhistas onde constam as referidas denúncias.  As obras em questão abrangem a construção de Escola de Educação Infantil – PRÓINFÂNCIA, o valor total supera R$ 1.000,000,00 (um milhão de reais). O Advogado da Prefeitura Dr. José Roberto de Souza  encaminhou ofício ao Prefeito Irton Muzel, onde relatou o que ouviu nos corredores e durante os depoimentos, conta que Arruda “promoveu sérias e diversas acusações” envolvendo o nome do Prefeito e do Engenheiro Clayton  que teria o dever de fiscalizar as obras, mas que teria coagido arruda a pagar a quantia de R$ 15.000,00 (quinze mil reais), para que  fossem liberadas parcelas dos pagamentos devidos pelo Município. Segundo Marcelo Garcia Arruda, sua empresa (Asa Norte) vencedora em licitações promovidas pela Prefeitura, subempreitou as obras para a TCA Engenharia de propriedade de Clayton Cardoso de Siqueira, que na qualidade de funcionário Público Municipal, deveria ser o fiscal dos serviços.  O Ministério Público Federal instaurou pelo menos três inquéritos civis para apurar responsabilidades em convênios do município com os Ministério da Educação, Saúde e Turismo,  e ainda suspeita de irregularidades de convênios firmados com Ministério da Agricultura que tem por objetivo aquisição de patrulha mecanizada, e de possíveis irregularidades na concessão do programa Bolsa Família no ano de 2006.    (fonte)...Câmara Municipal de Abatiá. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário