JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS

JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS
DE OLHO NO RADAR

BEM VINDOS

SEJAM BEM VINDOS, AO BLOG DO JORNALISTA WLAMIR(CHINA) DO JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS, ONDE SUA PARTICIPAÇÃO É DE GRANDE IMPORTÂNCIA, SEJA UM SEGUIDOR DO BLOG.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

PARANÁ: 9 CIDADES FORAM SELECIONADAS PELO GOVERNO FEDERAL E IRÃO RECEBER INVESTIMENTOS DO PROGRAMA CIDADE DIGITAL.

Nove municípios do Paraná foram selecionados pelo governo federal para receber investimentos do programa Cidades Digitais. Em todo o país, 262 municípios foram selecionados para integrar o programa. A lista foi divulgada nesta segunda-feira (14) no Diário Oficial da União (DOU). O municípios paranaenses selecionados foram Ibaiti, Imbituva, Jacarezinho, Jaguariaíva, Pinhão, Piraí do Sul, Reserva, Santo Antônio da Platina e São Mateus do Sul. O anúncio das cidades contempladas foi feito em conjunto pelos ministérios das Comunicações e do Planejamento.
Os municípios receberão infraestrutura de conexão a pontos de internet banda larga. A rede ligará as prefeituras aos órgãos públicos e também serão instalados pontos de acesso sem fio para a população em locais públicos de grande circulação, como praças, parques e rodoviárias. Em 2012, 80 cidades foram escolhidas em caráter piloto.
No Cidades Digitais, está incluída a implantação de aplicativos de “e-gov” nas áreas financeira, de tributação, educação e saúde, bem como a capacitação dos servidores municipais para uso e gestão da rede.
Para o secretário do Planejamento de São Mateus do Sul, Hemerson Baptista da Silva Cardoso, “a infraestrutura implantada pelo Ministério das Comunicações melhora a transparência das informações e também proporciona o acesso do público da internet e ajuda o cidadão a ter acesso às informações”.
Conforme o secretário, a estrutura que o Ministério das Comunicações está implantando nos municípios, terá duração de seis meses “Eles montam essas estrutura, capacitam a administração pública e depois o município assume. Para a gestão pública isso é importantíssimo”, completa.
Para Cardoso, um dos motivos de a cidade ter sido selecionada é que desde o início a equipe do setor de planejamento está atenta aos convênios e os repasses do governo federal. “Temos uma equipe que fica sempre atenta a esses repasses. E, tão logo surgiu essa oportunidade, a gente já preparou toda a documentação”.
Segundo a portaria do Ministério das Comunicações, as cidades serão convocadas “oportunamente” para a assinatura de acordo de cooperação e recebimento de instruções básicas sobre os próximos passos do programa.
De acordo com o Ministério das Comunicações a nova etapa das Cidades Digitais inclui municípios com até 50 mil habitantes e vai contar com um investimento de R$ 201,7 milhões, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Na seleção foi levada em consideração uma combinação fatores como o baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e o pequeno índice de acesso à banda larga.
O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou que o programa vai ajudar tanto os municípios a melhorarem sua gestão como está cumprindo o objetivo de ampliar e popularizar a banda larga no país. “O Cidades Digitais vai conectar todas as unidades do município em uma rede de fibra óptica, o que ajuda tanto a administração do município quanto o cidadão”.
Segundo o ministro, o programa Cidades Digitais tem uma "demanda extraordinária" entre os municípios, mas restrições no orçamento federal forçaram o governo a escolher 262 cidades, entre as 1.900 que se cadastraram.
Nesta segunda etapa, puderam se inscrever cidades de até 50 mil habitantes, distantes até 50 quilômetros do backbone (rede principal) da Telebras ou que tenham compromisso firmado com operadoras privadas para conexão à internet.
O projeto conta com a parceria do Ministério do Planejamento, da Telebras, do Inmetro e do BNDES, entre outros. A rede das Cidades Digitais é composta por um anel de fibra óptica que interliga os órgãos públicos locais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário