JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS

JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS
DE OLHO NO RADAR

BEM VINDOS

SEJAM BEM VINDOS, AO BLOG DO JORNALISTA WLAMIR(CHINA) DO JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS, ONDE SUA PARTICIPAÇÃO É DE GRANDE IMPORTÂNCIA, SEJA UM SEGUIDOR DO BLOG.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Paraná adota sistema online de segunda opinião para profissionais da saúde



O governador Beto Richa formalizou nesta quarta-feira (29), durante o Encontro de Prefeitas e Prefeitos Eleitos, em Foz do Iguaçu, a parceria do Governo do Paraná com a empresa inglesa British Medical Journal (BMJ), responsável por um sistema inovador de segunda opinião na área da saúde. O Estado deve investir no período de dois anos R$ 1,7 milhão na iniciativa, que agrega tecnologia e conhecimento científico internacional ao atendimento na rede pública. 

A previsão é que a nova ferramenta digital esteja disponível já a partir do início do ano que vem. O objetivo é garantir suporte técnico online aos médicos, enfermeiros e demais profissionais que atuam em unidades de saúde, hospitais e centros de especialidades do Paraná. 

“É um importante convênio para apoiar as ações área da saúde e dar um melhor atendimento à nossa população, em uma área que é essencial para garantir o bem estar de todos os paranaenses”, afirmou o governador. 

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, explica que a principal função do sistema é tirar dúvidas dos profissionais e auxiliá-los na tomada de decisão frente aos casos atendidos no dia a dia. "Esta será uma ferramenta importante de apoio às nossas equipes. Pela internet, eles terão acesso a um vasto banco de dados com evidências científicas que os ajudarão a fechar diagnósticos diferencias e indicar o tratamento de seus pacientes", revelou. 

MÓDULOS – Conhecido como BMJ Best Practice, este sistema de segunda opinião técnica já é utilizado por mais de 350 mil usuários em 60 países. Criado a partir do conceito da medicina baseada em evidências, ele aproxima o profissional de saúde aos conteúdos científicos mais atuais publicados no mundo. 

Caso o banco de dados do sistema não satisfaça as necessidades do usuário para o atendimento de um paciente, haverá a possibilidade de o profissional enviar sua dúvida à equipe da BMJ. A demanda será encaminhada para os especialistas da empresa que avaliarão o caso e responderão rapidamente. 

Outro recurso do sistema online é voltado à educação permanente dos profissionais. O BMJ Learning é a plataforma de ensino à distância, composto por mil módulos de aprendizagem sobre as mais variadas doenças e condutas clínicas. À medida que o usuário vai cumprindo etapas da capacitação, ele pode requerer inclusive certificados de conclusão de curso emitidos pela Sociedade Brasileira de Medicina Geral e Familiar (SBMFC). 

De acordo com a Gerente Estratégica BMJ, Rita Lírio, o sistema é extremamente funcional e traduzido para o português. "Os módulos de aprendizagem trazem informações didáticas em texto, vídeo e áudio. Tudo baseado em evidências científicas, com tópicos escritos por especialistas reconhecidos internacionalmente", revelou. 

O contrato do Estado com a BMJ tem duração de dois anos. A empresa tem a contrapartida de atualizar os conteúdos constantemente, mantendo o sistema sempre atual e com informações que acompanhem os avanços da medicina. 

VALOR AOS PROFISSIONAIS – Inicialmente, o Paraná vai disponibilizar pelo menos 180 mil acessos à plataforma para 50 mil profissionais da rede pública de saúde. A prioridade são aqueles que atuam na área de atenção primária dos municípios e nos hospitais da rede própria estadual. 

Para o superintendente de Atenção à Saúde, Juliano Gevaerd, o investimento em uma tecnologia como esta demonstra o valor que o Estado dá aos profissionais que atuam na ponta do sistema de saúde. "Investir em educação permanente é nosso compromisso. Estrutura física, equipamentos e recursos financeiros são importantes. Mas quem realmente faz a diferença no atendimento à saúde da população são estes profissionais", enfatizou. 

Nesta semana, o sistema foi apresentado a representantes de diversas entidades ligadas à área da saúde, como o Conselho Regional de Medicina (CRM-PR), Conselho Regional de Enfermagem (Coren-PR), Associação Brasileira de Enfermagem - Seção Paraná (Aben-PR), Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná (Cosems) e a Sociedade Brasileira de Medicina da Família. A intenção foi buscar alternativas para aperfeiçoar a plataforma e adaptá-la à realidade dos profissionais paranaenses. 

A solenidade de assinatura do contrato acontece a partir das 17h30, durante a instalação da sede do governo estadual em Foz do Iguaçu. O evento contará com a presença do diretor-financeiro da BMJ, Patrick Spencer.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
[http:///www.facebook.com/governopr]http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

OPINIÃO SOBRE A MATÉRIA: NO CASO ESPECÍFICO DE SANTA AMÉLIA, SE NÃO TIVER UM HOSPITAL EQUIPADO, PODE ESTAR ON-LINE O MELHOR MÉDICO PARA DAR SUPORTE QUE DE NADA ADIANTARÁ. MAS O CAMINHO É CORRETO. ESTAMOS DE OLHO NO RADAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário