JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS

JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS
DE OLHO NO RADAR

BEM VINDOS

SEJAM BEM VINDOS, AO BLOG DO JORNALISTA WLAMIR(CHINA) DO JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS, ONDE SUA PARTICIPAÇÃO É DE GRANDE IMPORTÂNCIA, SEJA UM SEGUIDOR DO BLOG.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

LIXO EM SANTA AMÉLIA...UM PROBLEMA SEM APARENTE SOLUÇÃO.


Foto de uma pessoa trabalhando em meio a uma fumaça tóxica




Lixo jogado a céu aberto, misturado com lixo hospitalar.
 



































Moradores de Santa Amélia, convivem com o lixo a céu aberto. A cidade não possui coleta seletiva de lixo, e nem aterro sanitário. O problema do lixão, em Santa Amélia é antigo e até os dias de hoje ainda não foi resolvido. Segundo informações, corre na justiça um processo contra a prefeitura municipal, processo esse em que a prefeitura já foi condenada e obrigada a ter aterro sanitário. A reportagem do Jornal caderno de Notícias esteve no local, pode encontrar lixo hospitalar no meio dos demais, em quantidade pequena porém totalmente irregular, e perigoso. A reportagem também pode ver um funcionário que deva ser tercerizado por alguma empresa, no meio de uma fumaça tóxica, já que a queimada dos lixos são constantes,  O motivo que levou a reportagem até o lixão foi a de que detritos das fossas, estaríam  sendo jogados no mesmo, porém não encontramos nesse dia esta irregularidade gravíssima,  esperamos nós que isso não esteja ocorrendo. Será que já não foi contamido o lencol freático, prejudicando a agua que bebemos? Porque tantas moscas varejeiras, quando iniciamos uma fritura ?, são reflexos do mau uso do lixo, com certeza. Queremos não acreditar que em pleno século XXI, ainda convivemos com atitudes arcaícas e irresponsáveis com relação ao meio ambiente. O meio em que vivemos tem que ser preservado com atitudes simples, basta cada um fazer a sua parte, principalmente o executivo municipal. Foi reservado o direito de alguem do executivo se pronunciar a respeito mas infelizmente, ninguem o fez, pelo jeito pouco estão se importanto para um assunto de extrema importância, para a nossa saúde e para o meio em que vivemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário