JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS

JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS
DE OLHO NO RADAR

BEM VINDOS

SEJAM BEM VINDOS, AO BLOG DO JORNALISTA WLAMIR(CHINA) DO JORNAL CADERNO DE NOTÍCIAS, ONDE SUA PARTICIPAÇÃO É DE GRANDE IMPORTÂNCIA, SEJA UM SEGUIDOR DO BLOG.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

SAÚDE: PARANÁ ADERE AO PROGRAMA MAIS MÉDICOS.....

No Paraná, 286 municípios aderem ao programa Mais Médicos
Demanda paranaense é de 1.040 médicos; dos municípios inscritos 37 são considerados prioritários pelo governo federal
Dos 399 municípios paranaenses, 286 aderiram ao programa Mais Médicos do governo federal solicitando a contratação de médicos para atuar nas unidades básicas de saúdes dos municípios. Esse número representa 72% dos municípios do estado. A média de adesão no Paraná foi maior que a nacional (63%), conforme dados do governo federal. Dos municípios inscritos, 37 são considerados prioritários.
No total, estes municípios inscritos solicitaram ao programa 1.040 médicos. A região paranaense que mais solicitou profissionais de medicina foi a região Norte. Ao todo, foram solicitados 213 profissionais por 58 municípios, destes sete são considerados prioritários pelo governo federal. Na Região Metropolitana de Curitiba, 15 municípios são considerados prioritários. É a região com maior número de prefeituras inscritas consideradas prioritárias.
Brasil
Em todo o Brasil, no primeiro mês, 3.511 municípios solicitaram a inscrição no programa. De acordo com dados do Ministério da Saúde, 92% das prefeituras consideradas prioritárias para o programa em todo o país realizaram o cadastro. O total de municípios cadastrados apresentou uma demanda de 15.460 médicos para atuarem na atenção básica.
“Chamo a atenção para o fato de que nenhuma região teve índice de adesão menor do que 55%. Em especial, destaco o bom resultado do Norte do país: o Amazonas chegou a 97% e o Amapá a 94% de adesão. Com esse mapeamento, teremos mais clareza do esforço que teremos que fazer para atender à população onde faltam médicos no Brasil”, disse o ministro Alexandre Padilha agradecendo também a forte mobilização dos estados e municípios.
A região Norte do Brasil foi a que teve maior participação dos municípios com 73% de adesão, seguida pelo Sul (68%), Nordeste (66%), Centro-Oeste (60%) e Sudeste (55%). Entre os estados, destacam-se o Amazonas (97%), Amapá (94%), Acre (86%), Rondônia (85%), Ceará (82%), Roraima (80%), Bahia (76%), Piauí (74%), Pará (73%), Paraná (72%) e Espírito Santo (71%).
O Ministério da Saúde ainda divulgou o número de profissionais que se inscreveram no programa (18.450 médicos). Do total, o Ministério identificou 8.307 pedidos com número inválidos de registros em conselhos de regionais de Medicina. Dos médicos inscritos, 1.920 se formaram no exterior, em 61 países distintos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário